BLOG COOPERFORTE
  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 19 de novembro de 2013

Cooperforte conquista 4 importantes prêmios

Por: Cooperforte

 

O ano de 2013 foi de grandes conquistas para a Cooperforte e para seus associados, com o reconhecimento, pelo mercado, de três iniciativas que a Cooperativa implementou visando aprimorar sua comunicação e relacionamento com os cooperados.

O jogo eletrônico Caminho da Felicidade foi premiado no Marketing Best 2013, prêmio que, em sua 26ª edição, distingue as empresas que mais se destacaram no planejamento e execução das estratégias de marketing de seus produtos e serviços. Disponibilizado na página da Cooperforte no Facebook, o jogo é uma forma lúdica e divertida de incentivar a educação financeira e a cooperação.

O XIII Prêmio ABT contemplou o programa Erro Zero: o show tem que continuar, na categoria “Inovação”. Por meio deste programa a Cooperforte busca conhecer e analisar permanentemente as insatisfações e opiniões dos associados sobre seus produtos e serviços, para aperfeiçoá-los conforme a estratégia de ser uma empresa que tem o “foco do cliente”.

A campanha Compartilhe Cooperforte foi distinguida, em um único ano, com os dois prêmios – Marketing Best 2013 e XIII Prêmio ABT.  Realizada em 2012, na forma de um concurso cultural, ela fez parte do lançamento do slogan Cooperforte. Sua força. Nossa cooperativa.

  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 29 de outubro de 2013

Inclusão social é caminho para um mundo melhor

Por: Cooperforte

Quanto mais justo e inclusivo for o mundo, melhor será para todos. Como disto ninguém duvida, cada vez mais cresce o número de iniciativas que buscam alcançar esta realidade. Debates, leis, ações empresariais, voluntariado, mobilização nas redes sociais, conversa entre amigos. Nestes tempos de convergência e conectividade, inclusão social está cada vez mais na ordem do dia. Inclusive foi tema de novelas de grande audiência, veiculadas em horários nobres, como Páginas da Vida, Carrossel e Viver a Vida.

Conforme dados do Censo Estudantil 2005/2012, a matrícula escolar de alunos com deficiência (intelectual, visual, motora) aumentou 112%. Recentemente, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal aprovou projeto de lei (PLC 48/2011) determinando que bares, restaurantes e lanchonetes tenham cardápio para cegos, em braile. Se nenhum parlamentar apresentar recurso para que a matéria seja votada no Plenário do Senado, o projeto irá diretamente à sanção presidencial.

Todas as formas que diminuam obstáculos da desigualdade e facilitem a inserção de pessoas portadoras de deficiência são avanços importantes, não só pela inclusão social e econômica destes brasileiros, mas pelo que representam em termos de humanização da sociedade e de consolidação da cidadania.

 

Fontes:  http://g1.globo.com/educacao/noticia/2013/03/inclusao-de-alunos-com-deficiencia-intelectual-cresce-e-desafia-escolas.html

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2013/10/23/interna_brasil,394871/bares-lanchonetes-e-restaurantes-deverao-ter-cardapio-em-braille.shtml

http://www.brasilescola.com/educacao/inclusao-social.htm

  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 17 de outubro de 2013

Cooperativismo de Crédito une cerca de 200 milhões de pessoas em todo o planeta

Por: Cooperforte

Hoje, terceira quinta-feira de outubro, comemora-se o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito. A data – que tem por objetivo  dar visibilidade à importância universal do crédito mútuo para o desenvolvimento internacional e para o bem-estar humano – tem  origem em um feriado instituído no estado americano de Massachussets, em  17 de janeiro de 1927.

O slogan de 2013 é Cooperativas de crédito: unidas pelo bem, o melhor caminho. Neste conjunto de palavras, o Cooperativismo internacional enfatiza a missão humanista das cooperativas de crédito e sua eficácia como alternativa para alcançar os objetivos individuais e coletivos que a humanidade almeja.

Em um mundo no qual a globalização, paradoxalmente, por um lado elimina distâncias e fronteiras e por outro incentiva o individualismo e a competitividade, o Cooperativismo é filosofia e prática imprescindíveis para a humanização da sociedade atual.

Esta perspectiva permite dar à expressão crédito um sentido mais amplo, além do financeiro. Na ótica atual, na esfera do Cooperativismo, crédito significa também confiança de que o ser humano é capaz de construir sua própria felicidade e a felicidade de todos que estão à sua volta.

  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 9 de setembro de 2013

Assim começou o cooperativismo de crédito no Brasil

Por: Cooperforte

O Cooperativismo de crédito, hoje tão presente no cenário econômico nacional, surgiu em nosso país ainda no século XIX, quarenta e cinco anos após a fundação da Cooperativa dos Probos Pioneiros de Rochdale, na Inglaterra. Segundo o Banco Central, no livro Cooperativas de Crédito – História da Evolução Normativa no Brasil, provavelmente o primeiro empreendimento a aqui denominar-se “cooperativa” foi a Sociedade Cooperativa Econômica dos Funcionários Públicos de Ouro Preto, criada em 28 de outubro de 1889, na bela cidade histórica que à época era a capital da província de Minas Gerais.

Embora fosse uma cooperativa de consumo, quatro artigos de seu estatuto social previam a existência de uma “caixa de auxílios e socorros”, para assistência de viúvas pobres de associados e a sócios que estivessem na indigência, “por falta absoluta de meios de trabalho”.

Entretanto, há registros de que, antes disto, em 1885, havia sido criada também em Minas Gerais, uma entidade com fins semelhantes: a Sociedade Beneficente de Juiz de Fora. Nove anos depois de instituída, esta sociedade proporcionava educação, saúde e seguridade a mais de  mil sócios.

Com finalidade exclusiva de crédito,  a primeira cooperativa das Américas foi fundada em Quebec, no Canadá, na virada do século XX.  Neste mesmo sentido, é referência histórica em nosso país, a Caixa de Economia e Empréstimos Amstad, criada em 1902, no Rio Grande do Sul e mais tarde popularizada como Caixa Rural de Nova Petrópolis.

De lá para cá, 111 anos se passaram, mas agora chamando-se Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados Pioneira da Serra Gaúcha – Sicredi Pioneira/RS, a cooperativa de Nova Petrópolis continua ativa, beneficiando com seus produtos associados de toda a região.

  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 27 de agosto de 2013

Voluntariado brasileiro faz parte da memória mundial

Por: Cooperforte

Uma das grandes qualidades do povo brasileiro é o voluntariado. Poucos sabem, mas no Brasil existem 18 milhões de pessoas desenvolvendo atividades voluntárias, o que mundialmente coloca nosso país em 10º lugar neste tipo de comportamento cidadão.

Voluntário é quem dedica-se a algum projeto ou ação social por iniciativa própria, sem outro compromisso ou interesse a não ser colaborar para grandes causas, entre elas o bem-estar e a qualidade de vida de pessoas que vivem em situações adversas e questões ambientais. O voluntário não visa qualquer beneficio pessoal com sua atuação, mas a melhoria da sociedade e a sustentabilidade do planeta onde vive.  Qualquer pessoa pode tornar-se voluntário, inclusive você.

O sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, mesmo tendo falecido em 1997, continua sendo um dos maiores símbolos do voluntariado e da cidadania nacional e internacional. Criador da campanha Ação da cidadania contra a fome, a miséria, pela vida, Betinho foi um dos fundadores da Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids  e do Movimento pela ética na política, que imprimiu novo rumo à política nacional em 1992.

Tão importante foi a trajetória de Betinho que, no ano passado, sua história foi reconhecida pela Unesco como parte importante da memória mundial.

Veja, abaixo, a fábula O beija-flor e o leão, contada pelo nosso herói.

 

Fontes

http://www.ibase.br/pt/perfil-betinho/

http://www.voluntariado.org.br

 

 

 

  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 21 de agosto de 2013

Hoje é dia de festa: Parabéns Cooperforte!

Por: Cooperforte

Era 21 de agosto de 1984 quando 33 colegas do Banco do Brasil, inspirados na solidariedade de uma caixinha de empréstimos, fundaram, em Brasília, a Cooperforte. Passados 29 anos, a Cooperativa tem mais de 120 mil associados e é uma das mais importantes referências do moderno cooperativismo de crédito nacional. Por isto, que tal saber um pouco mais sobre esta Cooperativa?

A Cooperforte é símbolo de modernidade. Sediada em Brasília e com postos de atendimento na capital brasileira e em Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, proporciona atendimento 24 horas por dia, 365 dias por ano, pela internet e por telefone. Vários prêmios nacionais atestam a qualidade deste atendimento.

Além de soluções financeiras, a Cooperforte também oferece aos associados benefícios e vantagens, como mais de cem convênios educacionais e um vantajoso Clube de Compras. E também o canal eletrônico de educação financeira Economia dia a dia, assim como diversas outras ações que têm o mesmo objetivo.

Difundir, de várias formas, os valores cooperativistas. Esta também é uma atividade desenvolvida pela Cooperforte, principalmente por meio das redes sociais. O Cooperativismo, inegavelmente, muito contribui para a humanização da sociedade globalizada e competitiva.

Por reconhecer a importância da responsabilidade social para a qualificação de jovens em situação de risco social, para a inserção de portadores de necessidades especiais e para a consequente redução de desigualdades, a Cooperforte criou o Instituto Cooperforte, que apoia o desenvolvimento de projetos sociais em todas as regiões do país.

 

Para acessar o canal Economia dia a dia, clique aqui

  • Cooperativismo

Publicado em Cooperativismo , dia 5 de agosto de 2013

Você conhece o símbolo do Cooperativismo e sabe o que ele significa?

Por: Cooperforte

Dois pinheiros verdes, lado a lado, sobre um fundo amarelo, emoldurados por um círculo verde: eis o símbolo internacional do Cooperativismo. Você sabe o que cada um destes elementos significa? Vejamos:

Pinheiro – Na antiguidade, esta árvore simbolizava a imortalidade e a fecundidade, por sua fácil reprodução e sobrevivência em solo pouco fértil. O fato de estarem lado a lado faz lembrar ideais cooperativistas como solidariedade, ajuda mútua, união e igualdade, entre outros.

Verde – Esta cor, no seu tom escuro, é referência ao princípio vital da natureza e aos compromissos do Cooperativismo com o meio ambiente.

Amarelo ouro – Simboliza o sol, fonte permanente de luz, energia e calor.

Círculo verde – Representa a vida eterna, visto que círculo não tem início nem fim.

O Cooperativismo está presente em todos os continentes e de modo mais expressivo do que se imagina. Segundo o líder cooperativista Roberto Rodrigues, ex-presidente da Aliança Cooperativa Internacional http://ica.coop/, em todo o mundo, mais de 1 bilhão de pessoas são afiliadas a cooperativas.

Para saber mais sobre Cooperativismo, leia também http://blog.cooperforte.coop.br/cooperar-e-ajudar-inserir-e-incluir/