BLOG COOPERFORTE
  • Atualidades

Publicado em Atualidades , dia 18 de maio de 2015

Crowdlearning: todo mundo tem algo a ensinar e a aprender

Por: Cooperforte

topo_crowdlearning

Quanto mais diversificado e plural, mais amplo e rico é o conhecimento. Do mesmo modo, quanto mais pessoas participam do processo de ensino-aprendizado, maior é o intercâmbio de experiências e de opiniões e, também, a variedade de pontos de vista, compreensões e saberes sobre o mesmo assunto. Isto significa o seguinte: todo mundo tem muita coisa a ensinar e a aprender.

A internet, com suas múltiplas funcionalidades, entre elas a formação de grupos e comunidades e o compartilhamento, facilita bastante a aprendizagem interativa e a construção de um conhecimento coletivo. É o crowdlearning, expressão inglesa que une as palavras crowd (multidão) e learning (aprendizado), muito utilizado para designar esta prática educativa. Há situações em que o crowdlearning se junta ao crowdfunding, que é o financiamento coletivo de alguma realização ou produto, no caso ligado à educação, informação, capacitação, qualificação ou atualização.

A iniciativa do crowdlearning na internet começa com a formação de um grupo ou de uma comunidade temática, destinada ao compartilhamento de informações e conhecimentos sobre assuntos específicos, com discussão e comentários de todos os membros – pessoas com conhecimentos, noções ou interesse sobre a questão. Como recurso para aprendizagem, juntamente com os textos, vídeos, citações e outros recursos digitais, o grupo pode convidar pessoas que dominam o assunto para palestras, bate papo, orientação, supervisão e outras formas de interação on-line.

Além do aprendizado, outra grande vantagem do crowdlearning é a realização do networking, ou seja, uma rede de contatos pessoais, acadêmicos e profissionais  especializada em assuntos de interesse do grupo.

Para saber mais sobre networking, clique e leia: Network: uma andorinha sozinha não faz verão.