BLOG COOPERFORTE
  • Atualidades

  • Novidades

  • Sustentabilidade

Publicado em Atualidades, Novidades, Sustentabilidade , dia 30 de setembro de 2014

Mais bicicletas, menos poluição ambiental e sonora

Por: Cooperforte

474680527

Principalmente nas grandes cidades, trânsito é uma situação estressante, sobretudo para quem trabalha. Muitas vezes por dia gera ansiedade, consome tempo, expõe motoristas, motociclistas e pedestres a riscos, provoca hostilidades e muitas outras emoções desgastantes e comportamentos desagradáveis. Para piorar, o trânsito de automóveis é um dos principais poluidores do ar, pela quantidade de fumaça tóxica que lança no ambiente.

Diante disto, ninguém duvida que o uso de bicicletas para deslocamentos urbanos é uma poderosa alternativa para diminuir os problemas causados pelo trânsito. Entretanto, a grande maioria das cidades brasileiras não possui infraestrutura que incentive e ofereça segurança a quem usa este veículo econômico e ecológico. Por isto, muito se tem discutido sobre a construção de ciclofaixas e ciclovias e as opiniões são as mais diversas.

Sobre o uso da bicicleta como meio de transporte para ir ao trabalho e à escola, os próprios ciclistas destacam como vantagens:

Saúde - Pedalar faz bem à saúde, combate o estresse, a depressão, a ansiedade e outras doenças. A endorfina liberada no exercício causa bem-estar.

Menos peso e mais resistência – O exercício físico queima calorias, levando à redução de peso. Além disso, aumenta o preparo físico.

Diminui ruídos – o trânsito de bicicletas é silencioso, diminuindo o barulho das ruas.

Economia - É o veiculo mais econômico, pois não precisa pagar impostos e os gastos com manutenção são mínimos.

Espaço - É fácil de estacionar e ocupa muito menos espaço do que um carro. Entretanto requer bicicletário, que ainda são insuficientes.

Sustentabilidade – Não poluidora, cada bicicleta no trânsito significa menos um carro nas ruas.

 

Como desvantagens, eles apontam:

Trânsito caótico - É perigoso para os ciclistas, especialmente nas áreas movimentadas das grandes cidades.

Falta de ciclovias, ciclofaixas – Esta estrutura viária quase não existe. Além disto, o estado de conservação das vias exige redobrada atenção e aumenta o risco de acidentes.

Falta de integração com outros transportes – Nem todas as companhias de metrô permitem a entrada de bicicletas nos vagões. Algumas definem horários incompatíveis com a ida / volta do trabalho / escola.

Variação climática – Mesmo acompanhando as previsões do tempo, há estações em que as chuvas são inesperadas.

Conforto e apresentação pessoal – Requer estrutura para banho na empresa, para que o ciclista trabalhe confortavelmente e mantenha alinhada sua aparência.

 

 

 

Fonte: http://www.movebla.com/644/as-vantagens-e-desvantagens-de-trabalhar-de-bicicleta/